Boys will laugh at girls when they're not funny...

10:33 AM

Anteriormente eu tentei escrever, mas ficou inacabado por uma alguma razão que eu não planejei. Queria falar sobre o que eu já havia tentado dizer, mas não é algo predefinido, é apenas junção de certas coisas. Pois bem; eu li vários textos que diziam coisas bem distintas sobre o mesmo assunto, mas tão parecidas em sua base... Sentimentalismo. Como diria Lispector, metade de mim é amor, e a outra metade também. Se não fosse por esse sentimento mais singelo ao dizer, e mais complexo a ser entendido, de nada adiantaria qualquer coisa, literalmente. Fiquei observando de modo geral o amor aplicado a duas pessoas, a complexidade da situação, é mais difícil do que aparenta. Todo mundo já sabe que quando há mais de uma pessoa, há mais de uma mente, conseqüentemente nem sempre os pensamentos irão coincidir, num relacionamento seja ele qual for não é diferente. Desde que o mundo existe; desde que o homem é homem as diferenças entre homens e mulheres são gritantes, por mais que tentem dizer que não (ok, não se sabe até que ponto pode-se julgar isso). Eu reparo a mim mesma e aos outros, cada vez a ideia de que homem e mulher são distintos me vem com mais firmeza. Mulheres muitas vezes manipulam, acham-se espertas, em certos casos até são... Deveriam manter o homem sob controle, mas o que se observa é justamente o contrário; elas não os têm sob controle, simplesmente porque muitas vezes precisam de algo que somente eles podem proporcionar... O problema é que eles fazem isso quando querem, apenas. Não vou bancar a feminista ou nada do gênero, é apenas um parâmetro pelo que já vi, e infelizmente ou felizmente é uma vassalagem moderna. Mulheres cobram atenção, carência, tanta coisa embutida num jeito carinhoso de falar, e cá entre nós, aposto que os guris gostam. Homens, porém, com seu jeito de mostrar que são espertos (nem sempre) deveriam manter uma mulher firme e forte ao seu lado, porque capacidade é dada aos dois; mas erram nas coisas mais simples. Coisas simples, sim! A psicologia e medicina podem explicar as diferenças teóricas entre homem e mulher, cérebros diferentes e tudo mais, mas até que ponto isso pode ser justificativa? Seja homem ou mulher, eu sinceramente acho que hoje em dia as coisas estão codificadas na mente das pessoas de forma diferente, se tratando de ideais e doação. É impressionante como todo mundo quer ser amado, mas nem sempre estão dispostos a se doar, a deixar-se ser amado também... E isso engloba coisas maiores, insegurança por exemplo. Sem clichês de que mulher é carente ou homem é tudo safado, detesto essas comparações, acho que a relação homem e mulher seria mais estreita se houvesse um pouco mais de doação de ambas as partes, sentido literal de amor que felizmente algumas pessoas conhecem, ou algo próximo disso. Como eu digo, capacidade pra amar e ser amado todos têm, mas isso depende principalmente de cada pessoa e do quanto ela está disposta a isso. Como mulher, eu poderia dizer milhares de coisas das quais nos queixamos, sentimos falta, gostamos, etc. Por outro lado, eu posso imaginar alguns pensamentos masculinos, entendo que também haja angustias, frustrações, satisfações, enfim. A real é que nunca irá mudar, em partes é até bom, talvez essa grande diferença que cria impasses, seja a mesma que cria admiração. Ta aí... Admiração. Eu parto do principio que amor só é possível com admiração. Se você não é capaz de admirar, orgulhar-se do seu objeto de amor, desejo, seja o que for também não pode amá-lo. As vezes me pego imaginando bobagens, como seria fácil se fosse algo verbal apenas, explicar: “Homens, deixem de ser tolos e não façam X e Y, façam A e B!” e eles diriam “Então não façam R e S, façam tal coisa...” Com certeza haveria de ser assim, e tem lá seu humor nisso. Com todos os seus defeitos, eu defendo ainda o sexo oposto, porque quando querem, são ótimos em disfarçar certas coisas ou serem amores inesquecíveis (coisa que muitas vezes as mulheres erram... Em se deixarem levar pelo sentimentalismo exagerado). A real, novamente, é que não viveríamos sem uns aos outros, e as diferenças devem ser somas e não divisões entre nós, porque apesar de existirem, encantam.
...And these girls like these boys, like these boys like these girls(...)

You Might Also Like

3 comentários

  1. Oi linda, é...o pior que é verdade mesmo...garotos são...ahh...

    Adorei o seu blog, vc escreve bem...

    ResponderExcluir
  2. Oi linda...estou te seguindo tmb...obrigado pela visita...

    Abração...

    ResponderExcluir
  3. aiaiaiaia...parece q não é somente euzinha perdida nesse mundo chamado "relacionmaento"...aff
    estou te seguindo...bjus

    ResponderExcluir