A diferença é o que temos em comum

5:30 PM

Fiquei pensando nesse tema durante bastante tempo, não tinha um fato específico pra escrever, mas queria... Então agora tenho um exemplo, e minhas mãos coçam pra tentar falar disso! Vidas passam por aí e costuma-se dizer que uma pessoa precisa da outra, todas devem se ajudar, serem uteis as outras, e na prática, acho que todo mundo deveria se dar bem, compartilhar interesses. Bem, eu não sei o que acontece, mas a realidade é bem diferente da teoria, a gente fica numa busca por interesses mútuos, sim, estou falando de relacionamento. Uns chamam de química, outros chamam de compatibilidade, outros chamam de afinidade, não importa a nomenclatura, buscamos pessoas parecidas com a gente, eliminado a tese de “os opostos se atraem”. Nunca gostei desse conceito. Quase sempre as combinações muito ousadas (gostos, cores, lugares, prazeres bem distintos) não dão certo, e não digo isso por pessimismo ou clichês, é porque a psicologia explica mesmo, as pessoas querem nada mais do que se ver numa outra pessoa, encontrar a famosa alma gêmea, ta bom, eu to super clichê hoje. Também não acredito em almas gêmeas, só quero deixar claro que as diferenças existem sim, mas não é por isso que devemos morrer tentando fazer com que dê certo. Não sei se há mesmo uma pessoa certa pra outra por aí, solta no mundo; mas acredito que haja pessoas muito semelhantes e que têm tudo pra darem super certo se juntas. Indivíduos como nós, humanos, nasceram pra viver em grupo, um precisa do outro em todos os sentidos. Sem maiores divagações óbvias sobre isso, acho que as diferenças são positivas até certo ponto – elas não podem ser excessivas, atrapalhando qualquer contato, qualquer afinidade ou a ponto de fazer duas pessoas se suportarem apenas, mas também não pode ser mínima, senão, o que seria dos relacionamentos? Todo mundo dividindo as mesmas coisas sempre... Cansativo. É até contraditório porque já me observei em situações assim, tentando insistir em algo que nitidamente não poderia dar certo. Pode-se chamar de perseverança ou tolice, depende do ponto de vista. Eu me orgulho de olhar pra trás e ver que já tentei algumas vezes, nem que seja pra provar a mim mesma, acho necessário testar, tentar, enfim. É engraçado quando a diferença por mais ousada que seja, atrai. Sabemos que é um buraco negro, que aquela situação pode não ser tão confiável... Mas a gente tenta, a gente arrisca no diferente. Não digo que é certo ou errado, mas a real é que as escolhas devem ser feitas com sabedoria, afinal de contas, nosso sentimento por mais distinto que seja de pessoa pra pessoa, ainda é algo único. And so it's.

You Might Also Like

3 comentários

  1. É..hoje mesmo me peguei criticando sobre isso ! auheuaeMassa!!

    Afinidades,semelhanças,enfim...Tiveram seus pesos mudados,mas você sabe,sou chato ;s AHEUAHEUAHE Mas ando mudando realmente alguns pensamentos...

    ResponderExcluir
  2. Tá vendo...já mudei meus conceitos de novo ;s

    ResponderExcluir