Somos se pudermos ser ainda

4:26 PM

Ontem minha mãe me disse que eu sorria enquanto dormia, até soltei uma sutil gargalhada, então quando eu acordei, ela perguntou o que eu sonhava e eu não soube dizer, não lembro. A felicidade é mesmo assim, é inexplicável, nem precisa ser recordada, é um estado. Tenho me sentido alegre, livre, viva. Há muitas pessoas que estão no mundo apenas passando pela vida, por mais redundante que pareça, infelizmente é comum. A vida é tão doce, tão ligeira, devíamos valorizar mais, ter o coração mais limpo. Às vezes reparo que o conceito de coração limpo anda meio torto na mente de algumas pessoas, parece que hoje em dia é tudo desconectado, a bondade não é prioridade. Bom, em todo caso isso não é foco. A felicidade é um estado tão indescritível, que pode ser sentida sem que seja pertencente a nós, admito que me sinto feliz por um amigo, me sinto feliz por uma amiga, pela minha família... Ainda bem que não é um sentimento egoísta. Demorei pra escrever isso, na verdade eu não pude concluir no mesmo dia porque havia varias ramificações de raciocínio, e eu não queria, queria uma única idéia. A felicidade por mais que seja um conceito difícil de ser chegado, depende de alguns fatores e não é constante, é algo extremamente pessoal e deve ser cultuada. Se amamos alguém, devemos lutar e cuidar tanto dessa pessoa com todo amor que nos couber; também acho que se algo não está bem, devemos mudar, porque tudo na vida tem solução, exceto a morte, e pra se viver é preciso estar feliz, nem que seja por uma única razão, um pingo de felicidade deve haver, e que seja a dominante, a mais relevante. Ontem uma amiga veio me contar que não havia solução, ela sente uma dor da qual eu também já senti, mas parece não passar, é como se sentisse uma necessidade enorme de um “transplante”. A vida seria complicada demais se não tivéssemos uns aos outros, se essa for a melhor maneira, que troque de órgão, faça um transplante e fique com aquele que funcionar melhor. Em meio a todas essas metáforas, eu digo que a felicidade é importante demais pra gente renunciá-la. É necessário que sejamos felizes com aquilo que temos, mesmo que isso seja difícil em alguns casos. A propósito, o dia dos namorados ta chegando e eu venho recebendo uma descarga de pensamentos e desabafos que embutidos aos meus draminhas se tornam complicados! auhaushuausashau. Ok, sem brincadeiras, é um dia como outro qualquer, pra quem namora uma oportunidade de fazer algo diferente, pra quem não está na mesma maré, é apenas mais um dia especial também, mas deve ser visto como uma nova chance de ser feliz, exatamente com o que eu disse anteriormente – com o que se tem (e eu confesso que estou aplicando isso a minha vida faz um tempo). Então meu recado àqueles que namoram é que, cuidem de seus amores como querem ser cuidados, a vida alheia é tão importante quanto a nossa e quando há amor isso é potencializado (parece até autoajuda, mas é fato). Algumas pessoas abandonam suas felicidades como se uma massa cinzenta cegasse seus olhos, não enxergam isso, apenas depois e o arrependimento surge. Portanto, devemos nos livrar de qualquer impulso, massas cinzentas ou qualquer coisa que nos distancie de nossa felicidade, afinal, os ventos estão sempre sendo soprados, só precisamos indicar a direção.

You Might Also Like

0 comentários