Vai ficar ou vai correr?

4:37 PM

Tá tudo bastante abandonado por aqui, eu lamento em ver meu próprio mundinho assim, mas ultimamente é assim que as coisas têm estado. Tudo parado, tudo largado até. Eu não sei se posso dizer que estou passando pela pior fase, porque não vi de tudo ainda, mas posso dizer que minha vida anda passando por um momento bastante crítico e frágil. É algo ruim a meu ver, eu me sinto vulnerável, assim como muita gente também já deve ter se sentido ou sente. Eu me sinto tão perdida em tudo, parece que não reconheço mais as coisas ao meu redor, a vontade que sinto é de pedir ajuda a qualquer pessoa, que pareça de longe pelo menos passar pela mesma situação. Trata-se da idade avançando, de realizações e frustrações, metas, planos e muitos deles envolvem minha adolescência (quase adulta) frustrada. Uma guria como eu, no auge de sua idade só pode contar para os outros, experiências de dezessete anos para trás, nada além... E dezessete anos pesados, cheios de histórias que muita gente mais velha nem sequer passou (me refiro à vida sentimental). Me sinto sem rumo, sem chão como nunca senti. É difícil externar tudo isso, mas a função disso aqui é essa afinal, então, que seja. Cada dia parece mais longo e eu não quero mesmo projetar tanto pessimismo nessa minha juventude, só sei que seria mais fácil se de repente a vida me surpreendesse, BOOOM! De repente eu me vejo numa outra perspectiva, com tudo que eu espero (e que nem é tanto assim, somente o necessário). Sei que em meio a essas metáforas e linguagem subentendida, muita gente se sente como eu e isso alivia. Há dias tento escrever, desenhar, me distrair com qualquer coisa que faça meu foco mudar, mas infelizmente não dura muito tempo... Logo meu pensamento começa a dominar minha mente e bate aquele desespero chato, quase um drama real. Preciso de algo/alguém pra me encontrar, já não dá mais pra fingir que viver comigo mesma, minhas realizações como pessoa e distrações satisfazem totalmente, não adianta. Felizmente eu sou dessas que mesmo sofrendo, só consigo achar razão e resposta pra tudo quando meu coração também sorri simultaneamente com meu rosto. Yeah, there's a happy end, even at the end. Tomorrow will be better, we must believe it.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Quando a gente tá sentindo aquele perigo de cair,é bom ter aquela pessoa-corrimão, aquele alguém a quem se agarrar.
    Enquanto eu viver, vai haver esse alguém pra você. Assim como você tem sido pra mim. Amiga.

    ResponderExcluir
  2. Sei bem como se sente, é as vezes desesperador de mais. Bom, não posso te apresentar uma solução pois ainda estou em meio disso mas, certa vez me disseram que eu não deveria ficar somente esperando, deveria correr atrás mas que quando menos esperasse a vida iria surpreender como já surpreendeu tantas outras vezes.
    Entendo como é se sentir "madura" em relação a sentimentos que pessoas com o dobro de idade nem fazem idéia do que sejam, mas bom, é uma experiência a mais.

    ResponderExcluir
  3. É, o sofrimento é sempre recompensado, e como costumam dizer, a felicidade vem em dobro.

    ResponderExcluir