Acordei na terceira guerra mundial

5:01 PM

Minhas lágrimas não molham mais, elas nem caem mais, viraram pó, só me lembro da última vez que chorei. A voz, o grito desesperado não existe mais, agora minha força se encontra no silêncio. Percebi que as coisas bonitas não atraem apenas admiração, atrai o incômodo alheio, e eu fui uma vítima, como tantas pessoas, minha vida, o que trazia e causava meus sorrisos diários foi roubado pelo excesso de falta de noção alheio. Parando pra pensar, esse silêncio ta durando tempo demais, eu ainda não redescobri como ser falante, extrovertida e contar e recontar mil vezes sobre uma mesma coisa, honrando minha hiperatividade. Por incrível que pareça me sinto no modo “stand by”, esperando pelo que nem eu sei. Quando me olho no espelho imagino igual nos desenhos animados, de um lado vejo o diabinho, do outro vejo o anjinho, ambos gritam coisas tão diferentes ao mesmo tempo, eu não sei qual ouvir. A impulsividade é uma característica que pode ser usada positivamente ou não, e eu tenho usado de forma instintiva, se pensar demais eu desisto então, melhor agir! Eu tenho agido, mas o mundo é engraçado, não basta uma única vontade, necessito de esperar mesmo, pelo outro, pelo tempo, por tudo... Mergulhar no escuro, aceitar o tempo e cultivar meu silêncio por quanto tempo ele precisar.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Tenho tido muito tempo pra pensar. E por ter tanto tempo pra pensar eu fiquei sem tempo de agir...
    tenho tanto medo de não ser nada, que mostro o tempo todo que sou tudo.
    Agora isso não importa...
    Eu quero paciência...

    ResponderExcluir