Carta não entregue

12:05 AM

É feliz quando você acorda, começa seu dia pensando em alguém, em algo maior do que a própria vontade de apenas “ter mais um dia”. Antigamente meus dias começavam e terminavam de forma vazia, inacabados, mesmo com o maior cansaço, eu só desejava jamais cansar de sentir, permitir e amar cada pedaço de alguém. Antes que eu me rendesse a qualquer lamentação ou expectativa, minha vida e meus dias ganharam nova cor. Parece que é assim mesmo, quando você se distrai e esquece o que tanto procurava... Aparece, de frente, bem ali, diante de mim havia a mistura ideal de todos os sentimentos e palavras que eu já desejei; tudo em forma de gente. Acho que depois de conhecer a palavra “amor” na prática, adquirimos novas cores, formato e vocabulário, mesmo sendo contraditório, já que amor nunca encontra palavras boas o bastante, nem define a cor do objeto amado, só se sabe que é doce... Sentir tudo isso é doce. Ah, quase me esqueci de falar sobre o formato, este é o melhor, já que nem a ciência pode explicar como pude me expandir tanto, comparada a uma terra fértil. Jamais poderia prever que essa pequena semente (sim, você) cresceria, essa que eu desacreditava, achava que era uma planta rala, frágil e sem muita beleza... Que surpresa – precisei abrir minhas janelas interiores, depois as portas, paredes e até o teto para abrigar, permitir que você e todo esse sentimento crescessem livremente. Com o tempo, que nem é tão grande assim, mas equivale a bons anos, aprendi a amar detalhes bobos, coisa de quem gosta mesmo. Dos seus lindos olhos, passando pelo beijo suave até seu quarto bagunçado e a mania de passar as mãos nos cabelos, absolutamente tudo é encantador. Dizem que quando a gente gosta mesmo, até o suor parece perfume, e eu concordo. Cheiros próprios, cheiros íntimos, cheiro de perfume; de tudo isso o melhor é poder sentir, seja qual for. Fugindo um pouco desse exercício de sentidos, às vezes fico observando as discussões bobas ou os ataques de ciúmes que eu faço questão de não disfarçar; nada disso se aproxima do sentimento que foi construído, é como se estivesse numa redoma de vidro blindado. Inalcançável aos olhos invejosos, amargos. Infelizmente ou felizmente o amor não é algo sólido e palpável (teoricamente), mas eu sinto que está seguro, de algum jeito nada externo nos atinge. Talvez o que seja novo e empolgante para mim não seja igual para você, mas é assim que vejo. Diferentemente único. Talvez eu tenha uma grande propensão em me viciar, e talvez você seja a vítima disso, mas não se preocupe; o máximo que posso fazer é dar e sentir muito amor, daquele tipo bem altruísta. Por fim, acho que o amor não consegue cegar ninguém, sabe, ele apenas mostra uma atmosfera tranquila e calorosa, edifica até os mais sábios e sensatos; e se alguém me diz que sempre haverá “aquela decepção”, eu não acredito. Para mim, só existem duas verdades: a verdade que não é passageira é honesta, e aquela sentida, sem maiores motivos. A minha verdade ultrapassa imaturidade, egoísmo, orgulho; mesmo com pouca idade, afinal, entre tantas pessoas, o meu mundo escolheu apenas um.

You Might Also Like

0 comentários