Minha coroa

2:55 PM

Agosto vem chegando ao fim, demorou, como qualquer mês tem lá suas dificuldades, talvez esse mito a respeito do mês de “desgosto” seja irreal. Bom, o que eu sei é que qualquer insegurança, angústia não pode ser responsabilizado pelo mês que surge ipês amarelos em Brasília, pelo aniversário de várias pessoas e perdas de outras... É um mês como qualquer outro, parte de nós algumas realizações e outras só dependem de Deus (ou tudo depende?). Sinto que Deus é bondoso comigo, não sei como não cansa de tanto ouvir minha voz chamando por Ele. Nem sempre o nosso tempo é o mesmo de Deus, talvez nem o que a gente pede é realmente o melhor, o que nos fará melhor. Às vezes peço tanto pelos meus amores, minha família – pessoas triviais, e os amigos, que juntos são minha força. Esqueço de mim em certas orações, mas observando melhor, enquanto peço por eles estou pedindo por mim também. Se esse mês foi de mais baixos do que altos, eu agradeço da mesma forma, é uma oportunidade a mais de ser boa, ter o coração aberto e saber entender que Deus não nos tira nada e nem é ruim, tudo que deve chegar vai chegar a sua hora. Eu não sei a fórmula certa de nada, mas eu me esforço pra que todos os meses sejam repletos de momentos únicos, que sejam importantes futuramente, que sejam importantes agora. Aos dezoito anos eu não posso ter muitas certezas, mas reciprocidade, amor, entrega... Isso ultrapassa qualquer idade, o motivo disso existir (ou não) define-se em uma única palavra.

You Might Also Like

1 comentários