Porto

11:29 PM

Poucas sensações são tão ruins quanto estar precisando de carinho, conforto, e ao recorrer a quem mais se quer e gosta ser tratado com indiferença. É fácil reconhecer carinho quando tudo está em paz, difícil é o amor ser provado nos momentos mais sutis, numa fragilidade declarada, num momento em que se precisa de companheirismo acima de tudo. É muito bonito falar do amor quando tudo está bem, o difícil é lidar com a indiferença. Estamos constantemente agindo de acordo com as expectativas que criamos em cima dos outros. A todo o momento criamos expectativas! Se estou precisando de carinho, subentendo que o outro perceberá. Se preciso de consolo, subentendo que o outro me consolará, e assim vai. Não sei se li muitos contos de fadas na vida, o que enxergo é o seguinte: quem ama cuida. Cuidar significa observar as entrelinhas, as sutilezas, os detalhes para não perder o todo. Não sei se essa pessoa que imagino existe, essa pessoa capaz de se atentar ao amor, aos cuidados... Mas eu tento ser esse tipo de pessoa. E acredito SIM que exista. Não é difícil viver o amor, as pessoas é que não estão dispostas o bastante para isso na maioria. Amar é não ter preguiça de constantemente observar. Só acredito em amor assim, que cuida e protege. Qualquer sentimento em que o outro prefere se manter na zona de conforto, sem envolvimento no bem estar de quem-se-diz-amar é mero blá blá blá.

You Might Also Like

0 comentários