Reencontro

10:18 PM

Hoje me recordei de uma menina que conheci há algum tempo, há uns três ou quatro anos, e nunca mais a esqueci. Na época em que a conheci ainda era uma menina, ingênua, desajeitada, não sabia muito bem o que queria da vida, mas tinha sonhos doces e guardava um espaço no peito que futuramente ofereceria a outra pessoa (e ainda nem sabia). A menina ganhou o mundo quando encontrou um coração. Foi invadida por um sentimento tão puro, tão transparente que foi engolida... Se afogou num oceano de amor. Eu sabia que amor era algo diferente, necessitava de outras coisas para ser bom para ela, mas ela ainda não via, estava cega. A menina guardou um coração maior do que ela, e por anos alimentava esse amor diariamente com qualquer coisa, até que um dia não coube mais... Ela teria de fazer uma escolha. O que essa menina não sabia é que não se pode alimentar corações alheios e esquecer o próprio coração, é preciso equilíbrio, ou algum deles morrerá de inanição. É preciso dedicar tempo e segurança para o próprio coração, fazer dele o mais importante, só assim cuidará da maneira correta dos visitantes que tentarem entrar. É preciso se amar primeiro, e bastante, antes de abrigar outro coração. A menina esqueceu que também precisava se alimentar. Num belo dia, depois de muita fraqueza, depois de abrir mão do próprio alimento em prol do outro coração, a tal menina resolveu comer... E se sentiu extremamente feliz naquele momento! Há muito tempo ela não sabia o que era se saciar, se sentir bem. Todos os dias desde então ela dedicava pedaços de alimento a ela mesma antes de oferecer ao outro... E se sentia cada vez mais forte! O tempo passou, a menina percebeu que seus olhos voltaram a ter cor, não estava mais cega. Naquele momento ela ganhou o mundo novamente, porque dessa vez reencontrou outro coração: o dela. Nesse peito já não cabia desequilíbrio, então ela me contou que escolheu abrigar seu próprio coração, pois esse fez muita falta. A menina aprendeu, amadureceu, ainda guarda sonhos doces... Mas percebeu que alimentar seu coração é o segredo para ser feliz e fazer outros corações felizes. Aprendi.

You Might Also Like

0 comentários