Não há como doer pra decidir

2:20 AM

Quando pensamos a respeito de um relacionamento, no quesito básico da idealização de alguém, normalmente pensamos em beleza, caráter, na profissão, se possui uma família legal, se compartilha dos mesmos gostos e atividades que a gente, se possui vícios, enfim... São milhares de aspectos dos mais fúteis aos mais profundos. Em geral, o que muita gente esquece de pensar e, eventualmente, mesmo depois de iniciar uma relação, não têm consciência de entender o que é, talvez, uma das coisas mais importantes ao escolher estar ao lado de alguém: estar com alguém seguro de si e que saiba o que quer! Uma pessoa segura ou insegura ao nosso lado é o fator principal que nos direciona ao sucesso ou fracasso, felicidade ou sofrimento. Muitas pessoas levam anos até perceber que estão compartilhando a vida com pessoas confusas, que não têm ideia do que fazer com a própria vida e só sabem vomitar as próprias frustrações nos outros. Pessoas assim não são necessariamente culpadas por essas atitudes, provavelmente nem percebem esses comportamentos.... Mas se você enxerga isso e não faz nada a respeito, aí sim, existe um problema. Particularmente sou muito extremista e acho que não existem muitas opções; você simplesmente decide ajudar a pessoa amada a ter uma percepção melhor de si mesma, busca ajuda de algum profissional ou se livra desse peso. É, não é frieza ou desamor.... É lógica. Ninguém, ninguém mesmo merece passar a vida inteira ou alguns anos numa relação que é puro atraso de vida. Mais do que amor, os relacionamentos são constituídos de muitas outras coisas tão fundamentais quanto o amor. Enxergar quem é o outro com clareza, sem romantizar o convívio, se é que me entendem. Relacionar-se não é só passar a mão na cabeça do outro e aceitar tudo porque se ama.... Não, isso aí é passividade, já é outra história (e para mim, se você aceita tudo, desconfio que não haja amor). Quando pensar numa relação ou se já estiver numa relação, é ESSENCIAL priorizar esse ponto: será que essa pessoa sabe o que quer? Não precisa imaginar isso num contexto muito futurista, é da maneira exata que essa frase se apresenta. Escolha estar com alguém seguro de si, que tenha certeza do que quer, que tenha certeza de quem é, que seja coerente com o que diz e o que demonstra.... Porque se você escolher o contrário, uma pessoa repleta de dúvidas, incertezas, medos, que é incapaz de manter uma constância; sinto muito, mas é o mesmo que entrar num consórcio de sofrimento, uma hora será sorteado! Todos esses elementos negativos serão projetados diretamente para os dois. Os medos e incerteza fazem parte da vida, mas pessoas completamente perdidas no espaço e tempo, que têm medo de encarar todos os planos, que fogem de compromissos e responsabilidades, com certeza não podem contribuir positivamente para uma relação. Uma das grandes dádivas de um relacionamento é a leveza, é a sensação de escolha certa. Esteja com alguém que some, que reafirme que estarem juntos faz sentido. Lembre-se que a segurança de uma relação só é possível se os indivíduos envolvidos estiverem certos de quem são e dos motivos de estarem ali. Você pode até optar por aceitar os receios alheios, mas estará fadado a viver aprisionado no “talvez”. PS: Escrevi pensando nessa música, claro!

You Might Also Like

0 comentários